Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG)

Notícias

Publicar Publicado em: 13-07-2010

Rogério Fernandes Ferreira: 27-6-1929 / 13-7-2010

O país e o ISEG perderam dia 13 de Julho o economista, o advogado e sobretudo o humanista, pois em toda a sua carreira sobressaiu sempre as suas características de rigor e de humanismo. Em pelo menos 30 anos consecutivos enviou mensagens de Natal do seu coração, daquilo que sentia no momento, para nos fazer parar e reflectir. O país precisa tanto disso.

É difícil sintetizar o seu currículo pois o Professor Rogério Fernandes Ferreira teve uma actividade intensa e diversificada. Fez o seu doutoramento em Gestão no ISEG onde começou as suas funções docentes em 1954. Exerceu actividades docentes no país e no estrangeiro, regendo variadas cadeiras tais como Gestão Geral, Gestão Financeira, Teoria da Contabilidade, Contabilidade Aplicada, Auditoria, Fiscalidade.

Professor catedrático, com concurso por provas públicas realizadas no Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa. Foi também professor da Universidade Católica Portuguesa em Lisboa.

Foi Membro do Centro de Estudos Fiscais durante mais de dez anos e colaborador do Ministério das Finanças e presidiu à Comissão Nacional de Revisão. De referir que elaborou o primeiro anteprojecto de um plano geral de contabilidade em 1973 mais tarde dando origem ao POC. Foi membro da última Comissão de Reforma Fiscal (1985/88). Foi Presidente da Comissão para a Revisão do IRS (1998) e da Comissão para a Revisão do IRC e Anteprojecto de Unificação (1999/2000). Foi o primeiro presidente da Comissão de Normalização Contabilística em Portugal. Foi Presidente da Direcção da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores (biénio de 1990/1992). Membro Honorário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas e Membro Honorário da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas. Associado nº 2 da Ordem dos Economistas. Presidente da Assembleia Geral, membro do Conselho Geral e vogal nato do Conselho Científico da Associação Fiscal Portuguesa.

Publicou diversos livros nas áreas de gestão de empresas em particular salienta-se os 8 volumes sobre "Temas Económico - Políticos e de Gestão de Empresas de 1968 a 1985, o "Pensar a Gestão" em 1993 e "Opções" em 1994. Na gestão financeira destaca-se aqui o "Balanços" em dois volumes publicado entre 1961 e 1973 e "Gestão Financeira" de 2006 e depois em dois volumes em 1985. No domínio da contabilidade tem uma vasta publicação desde contabilidade industrial, contabilidade geral, normalização contabilística, contabilidade ajustada aos períodos de inflação. Na fiscalidade para além de livros de fundo como as "Lições de Fiscalidade" em 4 volumes de 1984, "Sistema Fiscal Português" de 1983 "Sistema Fiscal Português e a Reforma Fiscal", tratou temas de fiscalidade em detalhe e aprofundamento tais como o lucro nas perspectivas económica, contabilísticas, jurídico e fiscal, o IVA, os suprimentos, as amortizações, as provisões, as mais-valias, as reincidências e a tributação de rendimentos.